• PDF
  • Imprimir

Relatório das atividades da Comissão Permanente de Saneamento Ambiental

  • Qua, 28 de Dezembro de 2011 19:20

Este Relatório visa a descrever as atividades da Comissão Permanente de Saneamento Ambiental da ALERJ no decorrer de 2011. Foram trabalhos profícuos na busca não só da ampliação da compreensão acerca de toda problemática que envolve o setor, mas também de um norte para atuação do Poder Legislativo com vistas à sua resolução.

Leia mais: Relatório das atividades da Comissão Permanente de Saneamento Ambiental

  • PDF
  • Imprimir

Um plano para defender o Rio de Janeiro

  • Qui, 24 de Novembro de 2011 19:38

Lentidão na identificação da origem da mancha, na notificação aos órgãos ambientais e na contenção do vazamento. Falta de transparência nos dados. Possibilidade de óleo na região costeira em plena temporada de verão. A audiência pública realizada na Alerj no último dia 24 de novembro sobre o acidente com o poço da Chevron, na Bacia de Campos, discutiu causas e conseqüências do vazamento num auditório caloroso, lotado de público e autoridades.

Leia mais: Um plano para defender o Rio de Janeiro

  • PDF
  • Imprimir

A Barra pensa e sonha com um futuro melhor

  • Qua, 26 de Outubro de 2011 09:01

A audiência pública sobre o Complexo Lagunar da Baixada de Jacarepaguá, promovida nesta terça-feira, dia 25, pela presidente da Comissão de Saneamento Ambiental da Alerj, Aspásia Camargo, e pelo presidente da Comissão Presidente da Comissão Especial do Legado 2014/2016, Nilton Salomão, reuniu mais de 100 moradores e representantes de diversas regiões da Barra, Recreio dos Bandeirantes e das Vargens.

Leia mais: A Barra pensa e sonha com um futuro melhor

  • PDF
  • Imprimir

Muito esgoto no palco dos Jogos Olímpicos

  • Ter, 04 de Outubro de 2011 05:05

Diligência realizada pela Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa no Complexo Lagunar da Barra da Tijuca no último dia 3 de outubro, segunda-feira, deu a dimensão do problema do esgotamento sanitário em um dos principais palcos das Olimpíadas de 2016. Dos 3,5 a 4 mil litros de esgoto por segundo que toda a região da Baixada de Jacarepaguá produz, estima-se que menos da metade tenha destinação correta.

Leia mais: Muito esgoto no palco dos Jogos Olímpicos