• PDF
  • Imprimir

Aspásia fala de Ensino Técnico aos estudantes da Escola Parque

  • Qui, 28 de Agosto de 2014 16:46
  • destaque-escolaparque

    Candidata conversa com plateia de jovens do tradicional colégio carioca, no último dia 27 de agosto.

    A deputada Aspásia Camargo, candidata a reeleição pelo Partido Verde (PV), passou a manhã do último dia 27 de agosto, quarta-feira, conversando com alunos da Escola Parque, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Os estudantes do Ensino Médio, na faixa de 15 a 17 anos, fizeram perguntas sobre saúde, lixo, saneamento, planejamento familiar, segurança. Mas, um tema reverberou mais do que os demais no debate: o ensino técnico.

    "No Brasil, reina a cultura do bacharelado. Muita gente acha que todo mundo tem que ser médico, advogado ou engenheiro e que o Ensino Técnico está voltado às camadas mais pobres da população. Esse é um erro que países como os Estados Unidos não cometem. Os cursos técnicos têm grande potencial de renovação e de capacitação de pessoas para o mercado", disse a deputada Aspásia Camargo, respondendo à pergunta dos estudantes e fazendo referências a políticas públicas sustentáveis e transparência nas ações.

    Para exemplificar, a candidata do PV falou de uma cadeia produtiva que, em sua opinião, é a grande vocação econômica do Rio de Janeiro: as indústrias criativas, que englobam as artes, a arquitetura, o design, a moda, entre outros segmentos. "Pensemos nas artes cênicas. Para fazer teatro de qualidade, precisamos formar bons técnicos de som, luz, figurino, cenário, entre outros postos de trabalho", esclareceu ela.
    Saúde

    Aspásia respondeu perguntas também sobre saúde, levantando o problema da falta de uma rede bem distribuída e da concentração dos hospitais na capital do estado. Fez ainda referência a uma categoria profissional que ela considera injustiçada, face aos padrões de remuneração muito baixos: os técnicos de enfermagem. "Eles são fundamentais. Substituem os médicos em diversos momentos. Precisam ser valorizados. Esse é um segmento onde o ensino técnico é fundamental", complementou.
    A candidata, que tem muito carinho pela Escola Parque – é lá que estudam seus netos – deixou uma mensagem final ao jovem público que, em maioria, deve votar pela primeira vez: "Mais importante do que as respostas são as perguntas. São elas que nos fazem refletir. Descobrir problemas. E pensar em soluções".

    #VoteAspasia43123

    Aspásia fala de Ensino Técnico aos estudantes da Escola Parque