• PDF
  • Imprimir

Aspásia caminha no centro e denuncia a desordem urbana

  • Ter, 17 de Julho de 2012 15:54
  • Candidata abre série de agendas “Diálogos com a Cidade” para debater suas propostas.


    Aspásia 43A candidata do Partido Verde à Prefeitura do Rio, Aspásia Camargo, abriu nesta terça-feira (17 de julho) a série de agendas “Diálogos com a Cidade”, que pretende levantar os problemas enfrentados pelos cariocas e apresentar propostas para um Rio mais humano, mais justo e sustentável. A primeira delas ocorreu esta tarde no Centro, onde a candidata verde percorreu ruas conversando com pedestres e comerciantes a respeito dos inúmeros problemas de desordem urbana, que levam a região a uma situação caótica.
    A primeira parada de Aspásia, na Cinelândia, foi suficiente para comprovar diversas mazelas. A praça, histórica, estava tomada por automóveis particulares e um caminhão, o lixo se espalhava pelo chão e moradores de rua ocupavam os bancos e as beiradas dos monumentos públicos.  Um enorme buraco se formou junto ao espaço dos refletores recém-inaugurados para a nova iluminação dos monumentos da praça , cujas grades foram rompidas e deixaram à mostra os fios elétricos. Segundo pedestres que estavam no local, um homem havia se ferido ao cair na cratera, minutos antes da chegada da candidata.


    “Estamos em um dos maiores patrimônios históricos e culturais da cidade.Nossa intenção é chamar atenção para o contraponto entre o arquipélago de prédios históricos, como a Biblioteca Nacional, o Teatro Municipal e o Museu de Belas Artes, e a depredação e falta de cuidado com o espaço urbano. Esse deveria ser o nosso centro cultural, o polo da economia criativa, a nossa Broadway. E o que vemos é esgoto nas ruas, calçadas intransitáveis, bueiros quebrados", disse Aspásia.
    Aspásia 43No Largo da Carioca, Aspásia constatou que a quantidade de lixeiras é insuficiente para o número de frequentadores do espaço. “Nossas áreas de grande movimento precisam contar com banheiros públicos. A população merece contar com um serviço público de qualidade”, lembrou ela.
    Na agenda “Diálogos com a Cidade” de amanhã, Aspásia vai percorrer áreas do entorno da Praça 15, para mostrar os graves problemas do saneamento no Rio, onde esgoto sem tratamento é jogado nas redes pluviais clandestinamente e deságua na Baía de Guanabara. “Vamos mostrar que temos saneamento do século 19 em pleno século 21”, diz a candidata.

    Aspásia caminha no centro e denuncia a desordem urbana