site - tudosobre - saneamentoA universalização dos serviços de saneamento é minha principal bandeira. Presido a Comissão de Saneamento Ambiental da Alerj pela segunda vez consecutiva.  As diligências que faço regularmente  e os números oficiais comprovam  que o Estado do Rio de Janeiro está de mal a pior quando o assunto é saneamento. A Cedae, empresa  responsável pelo fornecimento dos serviços de água e esgoto em 64 dos 92 municípios do estado, mostra que não tem fôlego nem capacidade para atender a população do estado. Por conta disso, o mar, lagoas e rios estão absolutamente poluídos.

Apenas 39,2% da população dos municípios atendidos pela Cedae possuem rede de coleta de esgoto. Quando o assunto é tratamento de esgoto, o percentual cai para cerca de 13%. Segundo o balanço da empresa, o desperdício é de cerca de 50%.  E para piorar, não há uma agência reguladora para fiscalizar os seus serviços e quem determina o reajuste dos preços das tarifas é a própria empresa.

Água na bica duas vezes por semana não é satisfatório.Temos que correr mais para termos universalização dos serviços, mas nada mudará com a Cedae funcionando dessa maneira, precária e pouco transparente. Para atingir a universalização até 2020, ou no máximo até 2022, é preciso um planejamento rigoroso, com metas, redução de desperdício da água, intervenção pesada na rede, que é velha, e muito mais investimentos. A rede está absolutamente obsoleta, um passo para que aconteçam grandes desastres, como a na adutora do Mendanha, que vitimou uma criança.

Nesse espaço, colocarei sempre informações relevantes sobre saneamento. A universalização dos serviços é uma batalha imperiosa de todos.

 

 

  • PDF
  • Imprimir

Comissão de Saneamento define cronograma e novas estratégias

  • Qui, 24 de Março de 2011 16:02

Uma definição mais exata do cronograma de ações assim como novas estratégias para compilação de dados sobre abastecimento de água, tratamento de esgoto e poluição de rios e lagoas foram as questões centrais na pauta da terceira reunião ordinária da Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa.  O encontro aconteceu no último dia 23 de março, quarta-feira. 

Leia mais: Comissão de Saneamento define cronograma e novas estratégias

  • PDF
  • Imprimir

Dia Mundial da Água: região metropolitana do Rio não tem o que comemorar

  • Ter, 22 de Março de 2011 04:34

No dia 22 de março, em que é comemorado o Dia Mundial da Água, o clima é de luto: os rios da região metropolitana do Rio de Janeiro estão mortos. A constatação foi feita pela deputada Aspásia Camargo e pelo biólogo Mário Moscatelli que, no dia 21 de março, segunda-feira, sobrevoaram de helicóptero o sistema lagunar da Barra da Tijuca, Jacarepaguá e Vargem Grande e Pequena; e a Baía de Guanabara. 

Leia mais: Dia Mundial da Água: região metropolitana do Rio não tem o que comemorar

  • PDF
  • Imprimir

Comissão de Saneamento Ambiental define os próximos passos

  • Qui, 17 de Março de 2011 11:39

Nova Iguaçu, Mangaratiba, São Gonçalo e Seropédica são os próximos da lista de diligências da Comissão de Saneamento Ambiental, da Assembleia Legislativa, que vai verificar in loco as falhas do abastecimento de água no estado do Rio de Janeiro. A segunda reunião ordinária foi realizada no último dia 16 de março, quarta-feira. “O momento agora é de reunir dados e informações precisas para apresentá-las e questioná-las com as autoridades responsáveis”, disse a presidente da comissão, a deputada Aspásia Camargo.

Leia mais: Comissão de Saneamento Ambiental define os próximos passos

  • PDF
  • Imprimir

Nossa tragédia ambiental silenciosa de todos os dias

  • Sáb, 12 de Março de 2011 10:15

Outro dia estava lendo uma matéria de um jornal da Paraíba que dizia que 17% dos domicílios do Estado nem sequer tinham um banheiro para que as pessoas pudessem "fazer suas necessidades". Segundo a nota, são quase 180 mil paraibanos, brasileiros, despejando suas fezes e urina a céu aberto. Uma situação que, apesar de grotesca, é realidade comum para outros 13 milhões de cidadãos deste país.

Leia mais: Nossa tragédia ambiental silenciosa de todos os dias

  • PDF
  • Imprimir

Lixo demais, água de menos

  • Qui, 03 de Março de 2011 08:35

A primeira diligência da Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa, realizada em Belford Roxo, constatou que a situação de abastecimento de água no município é de calamidade pública. “A população tem canos. Mas não tem água. Isso denuncia uma realidade que vem piorando”, observou a presidente da comissão, a deputada Aspásia Camargo. 

Leia mais: Lixo demais, água de menos

  • PDF
  • Imprimir

Comissão de Saneamento vai a Belford Roxo apurar falta de água

  • Ter, 01 de Março de 2011 13:38

A Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa (Alerj) vai realizar, nesta quarta-feira (02/03), uma visita ao município de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O colegiado recebeu denúncias de que localidades da cidade estariam há pelo menos quinze dias sem fornecimento regular de água. Os membros da comissão vão se encontrar às 10h30 na porta do Palácio Tiradentes para então seguir em diligência para a visita.

Leia mais: Comissão de Saneamento vai a Belford Roxo apurar falta de água

  • PDF
  • Imprimir

Falta de água na mira

  • Qui, 24 de Fevereiro de 2011 11:08

O consenso foi a marca registrada  da primeira reunião permanente da Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa: falta água nas torneiras de todo o estado do Rio de Janeiro e a situação nunca esteve tão ruim. O encontro aconteceu no último dia 23 de fevereiro, quarta-feira, e contou ainda com a apresentação da proposta de plano de trabalho, pela presidente da comissão, a deputada Aspásia Camargo, com as ações concretas a serem executadas no 1° semestre de 2011.

Leia mais: Falta de água na mira

  • PDF
  • Imprimir

Saneamento Ambiental: a Baía é só o começo

  • Qua, 16 de Fevereiro de 2011 07:31

No último dia 15 de fevereiro, terça-feira, foi instalada a Comissão de Saneamento Ambiental da Assembleia Legislativa e os desafios para esse grupo são grandes. A começar pela contribuição direta em um compromisso histórico que acabou se tornando uma meta obrigatória para as Olimpíadas de 2016: a despoluição da Baía de Guanabara e do sistema lagunar da Barra da Tijuca

Leia mais: Saneamento Ambiental: a Baía é só o começo

  • PDF
  • Imprimir

Saneamento, o grande desafio para o Rio 2016

  • Seg, 14 de Fevereiro de 2011 19:55

Imprimir aspectos sustentáveis nas construções da estrutura olímpica foi um desafio que Londres conseguiu cumprir para os jogos de 2012. Agora, é a vez do Rio seguir um caminho parecido. Esse foi o tema da reunião com o Diretor de Sustentabilidade das Olímpiadas inglesas, Dan Epstein, no último dia 14 de fevereiro, segunda-feira, na sede da Firjan, no Centro.

Leia mais: Saneamento, o grande desafio para o Rio 2016

Página 9 de 12